31 de dez de 2010

Feliz 2011!

É galera! 2010 se foi!

Como é que foi o ano pra você? Fez o que você queria? Alcançou seus objetivos?

SIM? Que maravilha!! Agora é traçar novos planos!

NÃO? Então renove as energias e vamo mergulhar fundo em 2011!

Desejo a todos os amigos e amigas um ano de MUITAS realizações, muita paz e muita alegria. Que Deus ilumine a vida de cada um de vocês e permita que seus sonhos de hoje se façam realidade!

Uma grande vibe positiva!

Feliz 2011 pessoal!

CHEERS!

27 de dez de 2010

Na Boca do Povo

E aí pessoal!

Hoje recebi esse texto e achei muito bacana.
Olha aí:

Na boca do povo
As expressões populares que colocam a comida na "ponta da língua" dos brasileiros

Quando comecei, pensava que escrever sobre comida seria sopa no mel, mamão com açúcar. Só que depois de um certo tempo dá crepe, você percebe que comeu gato por lebre e acaba ficando com uma batata quente nas mãos. Como rapadura é doce mas não é mole, nem sempre você tem idéias e pra descascar esse abacaxi só metendo a mão na massa. E não adianta chorar as pitangas ou, simplesmente, mandar tudo as favas.

Já que é pelo estômago que se conquista o leitor, o negócio é ir comendo o mingau pelas beiradas, cozinhando em banho-maria, porque é de grão em grão que a galinha enche o papo.

Contudo é preciso tomar cuidado para não azedar, passar do ponto, encher lingüiça demais. Além disso, deve-se ter consciência de que é necessário comer o pão que o diabo amassou para vender o seu peixe. Afinal não se faz uma boa omelete sem antes quebrar os ovos.

A quem pense que escrever é como tirar doce da boca de criança e vai com muita sede ao pote. Mas como o apressado come cru, essa gente acaba falando muita abobrinha, são escritores de meia tigela, trocam alhos por bugalhos e confundem Carolina de Sá Leitão com caçarolinha de assar leitão.

Há também aqueles que são arroz de festa, com a faca e o queijo nas mãos, eles se perdem em devaneios (piram na batatinha, viajam na maionese...etc.). Achando que beleza não põe mesa, pisam no tomate, enfiam o pé na jaca, e no fim quem paga o pato é o leitor que sai com cara de quem comeu e não gostou.

O importante é não cuspir no prato em que se come, pois quem lê não é tudo farinha do mesmo saco. Diversificar é a melhor receita para engrossar o caldo e oferecer um texto de se comer com os olhos, literalmente.

Por outro lado se você tiver os olhos maiores que a barriga o negócio desanda e vira um verdadeiro angu de caroço. Aí, não adianta chorar sobre o leite derramado porque ninguém vai colocar uma azeitona na sua empadinha não. O pepino é só seu, e o máximo que você vai ganhar é uma banana, afinal pimenta nos olhos dos outros é refresco.

A carne é fraca, eu sei. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir plantar batatas. Mas quem não arrisca não petisca, e depois quando se junta a fome com a vontade de comer as coisas mudam da água pro vinho.

Se embananar, de vez em quando, é normal, o importante é não desistir mesmo quando o caldo entornar. Puxe a brasa pra sua sardinha que no frigir dos ovos a conversa chega na cozinha e fica de se comer rezando. Daí, com água na boca, é só saborear, porque o que não mata engorda.

-------------

O texto na íntegra vocês podem ler aqui!

CHEERS!

11 de set de 2010

6 anos de Justo!

Pois é gente!

6 anos de banda!

Primeiro NOBreak, depois Mugsy e agora definitivamente Justo!

UAU!

Quem imaginava que seria duradouro assim ein? Uma reunião despretensiosa de 4 garotos que queriam apenas tocar as músicas que ouviam em casa.

De 2004 até 2010 é uma longa estrada. E como toda estrada ela tem suas curvas, retas, subidas, descidas, buracos, paradas pra reabastecer/descansar... Por tudo isso passamos e vamos ainda passar por outras estradas.

E hoje me emociono...

...ao lembrar do primeiro ensaio que eu tremia do fio de cabelo até aos pés.
...ao lembrar da primeira apresentação aberta que fizemos no Crocodilo aqui em Goiânia, com a ajuda da nossa madrinha Áurea e com o apoio de tantos amigo e familiares.
...ao escutar o primeiro CD demo que gravamos acústico só de covers.
...ao lembrar que um dia disse ao pessoal da banda "Tá vendo esse bar bacana aí? Em breve vamos tocar aí e detonar" e alguns meses depois: dito e feito.
...ao escutar nossa primeira música gravada.
...ao lembrar da primeira vez q tocamos fora de Goiânia.
...ao lembrar qdo escutei ela primeira nossa música (e nosso nome) na rádio.
...ao lembrar da primeira vez que me vi na televisão morrendo de vergonha.
...ao lembrar da minha tremedeira (de novo) ao tocar pela primeira vez para um público de 4.000 pessoas.
...ao lembrar do meu nervosismo ao chegar pra tocar em São Paulo pra abrir o show dos nossos amigos do Pedra Letícia e da minha euforia e alegria depois de ter passado um dos momentos mais iluminados da minha vida.
...ao lembrar da quantidade de pessoas que conheci e que nunca imaginei que iria conhecer.
...ao lembrar do quanto crescemos. Do quanto conquistamos. Do quanto ainda temos a conquistar.
...ao lembrar das minhas falhas (pessoais e profissionais) que, de uma forma ou de outra, enriqueceram minha experiência nesse mundo e que me fazem uma pessoa completamente diferente do que eu era a 6 anos atrás.

Lembro que em uma dessas vitórias disse aos meus colegas de banda que agente deveria SEMPRE comemorar nossas conquistas. Por mínimas que fossem deveríamos agradecer e celebrar cada uma delas e que nunca deixássemos isso de lado.

E hoje é um dia desses. Vamos celebrar esses anos com muita alegria e felicidade nos nossos corações.

Por tudo isso só tenho uma coisa a dizer a todos: OBRIGADO!

Obrigado a Deus, a minha família e a todos amigos.
Obrigado pelo carinho, pelo respeito e pelo amor que sinto receber de tantas pessoas e fãs apenas pelo simples fato de cantar e de tocar.

Eu não sou nada... mas vocês fazem eu me sentir TUDO!

Obrigado, obrigado, obrigado!

Parabéns Ian, Batata e Vieira!
Parabéns Justo!

CHEERS!

19 de ago de 2010

Seinfeld


Bom dia pessoal!

Alguém aí assistiu Seinfeld? Pra quem não assistiu ou nem sabe o que é, vai aí uma breve descrição retirada da Winkpedia:

"Seinfeld é uma sitcom exibida originalmente nos Estados Unidos pela rede NBC por nove temporadas, entre 5 de julho de 1989 e 14 de maio de 1998. Foi criada por Larry David e Jerry Seinfeld, este último estrelando o programa como uma versão fictícia de si mesmo. Situado predominantemente em um prédio de apartamentos no Upper West Side de Manhattan (mas filmado em grande parte em Los Angeles), Seinfeld apresenta um grupo de amigos e parentes de Jerry, entre eles George Costanza, Elaine Benes e Cosmo Kramer." Fonte: Winkpedia

Pra que gosta de um humor um pouco menos óbvio, menos explícito, sarcasmo e situações do cotidiano é simplesmente genial.

Lembro de assistir a primeira vez há muitos atrás, quando a TV à cabo era recente ainda e ele passava na Sony Entertainment Televison (junto com "Friends" que depois vou escrever sobre). Isso era pra antes de 2000, acho que algo em torno de 98, 97. Bom.. não importa.

O que importa é que é MUITO bom. Mesmo falando sobre o "nada" as situações, os diálogos, a simplicidade é sensacional. Choro de rir e acabo concordando com muita coisa que é mostrado.

Foi em Seinfeld que conheci também o estilo Stand-Up, que agora é febre e modinha no Brasil.

Bom resumindo: vale a pena. Quem puder assitir, fica a dica.

CHEERS!

17 de ago de 2010

Aproveitando a época...

A eleição está chegando e recebi esse "conto" por email. Muito bom.

Leiam!

===

Um senador está andando tranqüilamente quando é atropelado e morre.

A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.

-"Bem-vindo ao Paraíso!" - diz São Pedro."Mas, antes que você entre... há um probleminha. Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você."

-"Não vejo problema, é só me deixar entrar", diz o antigo senador.

- "Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte: Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade."

-"Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso." - diz o senador.

-"Desculpe, mas temos as nossas regras." - Respondeu São Pedro.

Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe. Ao fundo o clube, onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia "trabalhado". Todos muito felizes em traje social.

Ele é cumprimentado, é abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo. Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.

Quem também está presente é o diabo em pessoa, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas... Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora.

Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.

Ele sobe, sobe, sobe e a porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele. Agora é a vez de visitar o Paraíso.

Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando. Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro volta.

- " E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Agora escolha a sua casa eterna."

Ele pensa um minuto e responde:
-"Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno."

Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo. Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos.

O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.

-"Não estou entendendo", - gagueja o senador - "Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!"


O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:
-"Ontem estávamos em campanha. Agora, já conseguimos o seu voto..."

CHEERS!!

10 de ago de 2010

Só R$25,00

Um homem chegou em casa tarde do trabalho, cansado e irritado e encontrou o seu filho de 5 anos esperando por ele na porta.

- "Pai, posso fazer-lhe uma pergunta?"

- "O que é?" - respondeu o homem.

- "Pai, quanto você ganha em uma hora?"

- "Isso não é da sua conta. Porque você esta perguntando uma coisa dessas?", o homem disse agressivo.

- "Eu só quero saber. Por favor me diga, quanto você ganha em uma hora?"

- "Se você quer saber, eu ganho R$50 por hora."

- "Ah..." o menino respondeu, com sua cabeça para baixo.

- "Pai, pode me emprestar R$ 25,00?"

O pai estava furioso: "Essa é a única razão pela qual você me perguntou isso? Pensa que é assim que você pode conseguir algum dinheiro para comprar um brinquedo ou algum outro disparate? Vá direto para o seu quarto e vá para a cama. Pense sobre o quanto você está sendo egoísta. Eu não trabalho duramente todos os dias para tais infantilidades."

O menino foi calado para o seu quarto e fechou a porta.

O homem sentou e começou a ficar ainda mais nervoso sobre as questões do menino.

- Como ele ousa fazer essas perguntas só para ganhar algum dinheiro?

Após cerca de uma hora, o homem tinha se acalmado e começou a pensar.

Talvez houvesse algo que ele realmente precisava comprar com esses R$ 25,00 e ele realmente não pedia dinheiro com muita frequência. O homem foi para a porta do quarto do menino e abriu a porta.

- "Você está dormindo, meu filho?" ele perguntou.

- "Não pai, estou acordado", respondeu o garoto.

- "Eu estive pensando, talvez eu tenha sido muito duro com você a pouco?", afirmou o homem. "Tive um longo dia e acabei descarregando em você. Aqui estão os R$ 25 que você me pediu."

O menino se levantou sorrindo. "Oh, obrigado pai!" gritou. Então, colocando a mão debaixo de seu travesseiro, ele puxou alguns trocados amassados.

O homem viu que o menino já tinha algum dinheiro, e começou a se enfurecer novamente.

O menino lentamente contou o seu dinheiro, em seguida olhou para seu pai.

- "Por que você quer mais dinheiro se você já tinha?" - Gruniu o pai.

- "Porque eu não tinha o suficiente, mas agora eu tenho", respondeu o menino.

- "Papai, eu tenho R$ 50 agora. Posso comprar uma hora do seu tempo? Por favor, chegue em casa mais cedo amanhã. Eu gostaria de jantar com você."

O pai se sentiu destroçado... Ele colocou seus braços em torno de seu filho, e pediu o seu perdão.

É apenas uma pequena lembrança a todos nós que trabalhamos arduamente na vida.

Não devemos deixar escorregar através dos nossos dedos o tempo sem ter passado algum desse tempo com aqueles que realmente importam para nós, os que estão perto de nossos corações.

Não se esqueça de compartilhar esses R$50 no valor do seu tempo com alguém que você ama.

Autor Desconhecido
Referência: http://www.golfinho.com.br/metaforas/default.asp


CHEERS!

30 de jul de 2010

L.O.V.E.R.M.A.N.

L is for LOVE baby
O is for ONLY you that I do
V is for loving VIRTUALLY everything that you are
E is for loving almost EVERYTHING that you do
R is for RAPE me
M is for MURDER me
A is for ANSWERING all of my prayers
N is for KNOWING your loverman's going to be the answer to all ofyours

CHEERS!

20 de jul de 2010

Dia do Amigo

E aí galera!

Acordei e me disseram que hoje é o Dia do Amigo.

Mas então: o que é um amigo?

Me lembrei então de uma frase que achei bacana:

“Amigo é aquele que te conhece bastante e mesmo ainda gosta de você.”

E é mais ou menos isso mesmo. É aquele que conversa com você porque gosta, porque quer... Não porque precisa, porque você é “interessante”. Amigo é foda.

Tem gente que diz que é bom em “fazer amigos”. Eu não concordo. Você pode considerar faz muitos amigos, mas... eles são seus amigos? Eles podem se divertir, estar presentes em todos os momentos e até gostar de você.
Mas será que são amigos?

Certamente há pessoas que eu não considero amigo, mas que na verdade são.
E vice- versa.
Certamente há pessoas que me consideram amigo, mas na verdade não sou.
E vice- versa.

Por isso eu estava pensando e cheguei a conclusão que ter um amigo depende muito mais da outra pessoa do que de você mesmo. Calma! Não me entendam mal. Claro, que nós temos uma gigante parcela nisso. É nossa parte também dar espaço pra que a amizade aconteça. Se agente for um pé no saco, sacana, palhaço ninguém vai querer ser nosso amigo. Mas mesmo quem é assim ainda vira e mexe tem algum amigo, já reparou?

O que eu quero dizer é que você pode fazer tudo pra ter alguém como amigo (ou não ser), mas quem decide isso não é você: é a outra pessoa.

Também não creio que só existem amizades pra sempre. Acredito que, além dessas, existem amizades passageiras sim. Passageiras no sentido que eles não estão presentes o tempo todo. Pessoas que por inúmeras circunstancias acabam se afastando uma das outras e que não necessariamente dexiam de ser amigas. Um amigo vc pode passar séculos sem ver, sem até se falar, mas qdo encontra parece q vc almoçou com ele no dia anterior.

Às vezes as pessoas confundem amizade com presença. Mas, claro, a amizade ela tem que ser cultivada. Tem que ser regada pra que cada vez ela se fortaleça.

E ainda bem que eu tenho amigos! Muitos ou poucos.. os tenho e eles me tem. Eles ainda me dão algum tipo de sanidade e de força durante a vida né?

Então amigos:

CHEERS ESPECIAL PRA VOCÊS!

C ya!

14 de jul de 2010

O que é a tal verdade?

O que é a verdade pra vocês?

Pra mim é uma coisa tão subjetiva! Uma coisa pra alguém pode ser verdade e pra outra uma completa mentira. E agente as vezes ainda mistura as coisas e fica um emaranhado de verdade/mentira/verdade sobre um mesmo fato.

Acho q o que é real é apenas o fato. A partir daí é interpretação e intenção das pessoas. Podem ser tantas percepções envolvidas que fica difícil dizer o que é verdade ou não. sobre o tal fato. E ainda agente pode acreditar tanto numa história que mesmo não sendo ela se torna verdade pra nós.

E é engraçado escutar as pessoas contando as histórias sobre os fatos. Você percebe que existem mil coisas que você entende completamente diferente e que pode até chegar a achar que ela está mentindo. Mas as vezes pra ela é a mais pura verdade.

Então não tem jeito. Quem vai decidir se é verdade ou não somos nós mesmos.

CHEERS

12 de jul de 2010

Road Salt

Road Salt
Pain Of Salvation

This time I’ll try not to get hurt
This time I’ll stay untouched with pain and dirt
This time I’ll stick to what I’ve learned
This time I’ll fly so low I won’t get burned

Maybe it’s not enough
Maybe this time it’s just too much
Maybe I’m not that tough
Maybe this time the road is just too rough
Walk down, so I sit down, mmh…

I’ve walked this road so many years
I’ve worn down all my boots, I’ve cried all tears
So many crossroads left behind
So many choices burned into my mind

Maybe it’s not enough
Maybe this time it’s just too much
Maybe I’m not that tough
Maybe this time the road is just too rough
To take me home

To take me home
To take me home
To take me home
But I walk on

9 de jun de 2010

Dia dos Namorados

Tá chegando ein?

Dia dos Namorados!

Uma data tão esperada pra uns... tão abominada por outros...

Tem quem namora e fica ansioso pra chegar esse dia. Pra poder comemorar o tempo juntos, poder passar o dia juntinho da tampa da panela e entregar aquele presente especial.

Tem quem namora que diz que não se importa com esse dia, que é clichê e que é só mais uma data capitalista. Mas experimenta falar que não vai dar presente nesse dia... Ou pior! Esquece de dar presente nesse dia pra ver...

Tem quem namora que diz que que é clichê comemorar no dia 12 de Junho. Pode comemorar outro dia. Aí passa o dia, já não tem sentido comemorar e acaba não comemorando é nada...

Tem quem não sabe se está namorando. Não sabe se dá presente e não sabe se vai receber. Bate aquela dúvida cruel: "Será que se eu tenho que dar presente? Agente só tá enrolado!" E pior: e se você receber o presente e não tiver comprado nada? E o contrário? É dose...

Tem quem namora e termina 1 mês antes e tenta voltar no mês seguinte só pra não dar presente. (Juro que eu conheço gente que já fez isso...)

Tem quem namora e termina e fica com um presente caríssimo o Tio trouxe da Europa e que não tem no Brasil na mão e não tem pra quem dar depois.

Tem quem não namora e fica triste. Fica em casa ouvindo U2, tomando um Häagen-Dazs enquanto a chuva cai lá fora ou se enfia debaixo de um edredon, aluga um filme romântico e toma vinho enquanto lembra do(a) ex-namorado(a).

Tem quem não namora e fica doido. Quer enfiar o pé na jaca! Não fica em casa nem por decreto! Vai pra qualquer lugar, bebe o que pintar e fica com quem chegar.. Tudo vale pra não se sentir sozinho e pra não fazer igual o caso anterior: ficar triste.

Tem quem não namora e não tá nem aí mesmo e que encara só como "um dia qualquer". Mas eu ainda não conheci ninguém assim.

E você?

Feliz Dia dos Namorados!

CHEERS!

26 de mai de 2010

Você pode mudar?

Pense em alguém com quem você gostaria de se relacionar melhor.

Escolha alguém meio "problemático" e depois leia devagar a seguinte pergunta:

Não é verdade que todos os problemas que nós experimentamos quando nos relacionamos com outra pessoa é devido aos NOSSOS sentimentos?

E se tivéssemos que mudar os nossos sentimentos? Isso poderia tornar as coisas mais fáceis, não é?

CHEERS

Ativar..

Tomar fôlego é importante!
Mas usar BEM o fôlego renovado é mais ainda!

Back on track...

CHEERS!

19 de mai de 2010

Pecuária de Goiânia.. Sempre ela...

Recebi esse e-mail e é bem verdade o que tá escrito aí..

Alô Meu Pooooovo!!!!!!!!!!!!!!
Então começou a pecuária...
A goianada se empolga e vai pra lá todo santo dia.

Ser casado na pecuária não tem muita graça. Você pode ir no Piquiras "mais cedo" e ficar olhando aquele monte de gente solteira circulando.

Lá você fica sabendo de tudo que acontece. Quem tá solteiro, quem largou, quem tá pegando, quem tá namorando. Fica aquele monte de gente amontoada com whisky na mesa conversando potocas. Caso isso não te interesse (a vida alheia no caso), vá pra Casa Cor, um cineminha, tomar um vinho com seu par que dá mais certo. Em 90% dos casos, casais que vão pra pecuária terminam a relação. Os motivos são vários: um bebe mais do que deve, o outro olha pra baranga da ex, a outra quer dançar e o cara não tá afim. Homem casado não gosta de dançar com a namorada, coloca ele solteiro no Búfalo’s pra ver o tanto que dança. Enfim, melhor não ir ou corre o risco de ficar solteira(o) até depois do Carnagoiânia.

Os solteiros aproveitam. Tem mulher pra todo mundo! Basta ter as entradas do Aldeia, Bufalo`s, uma credencial e sempre - whisky na mesa. Homem que é homem tem que ter o tal do litro de scotch. Se não, pega mal. E daí passa a Maria, com a Fernanda, Joana, Raquel, Patricia, Ana, Karina... enfim, você pode escolher. Loira , morena, ruiva....

Para as mulheres tem que ter toda preparação pré-pecuária: se você não tem cabelo liso, faça uma escovinha (está comprovado que homem gosta é de cabelo liso mesmo), maquiagem, ponha uma bota bonita e vá pro crime. Mas por favor: tenha bom senso: não exagere no traje. Se vestir igual cowgirl so porque é pecuaria é cafonice. Ainda mais se não combina com seu estilo. Usar aquelas jaquetas grossas, se vestir como se estivesse no inverno paulista, chapéu de Britney Spears, cheia de apetrechos não dá!!!. Aqui é calor, e você vai entrar num monte de lugares, leve no máximo uma jaquetinha básica.

Se você é solteiro e não é sócio do Aldeia, não é amigo dos sócios e nem amigo dos amigos dos sócios: você tá enrolado. Ver aquele monte de mulher entrando feito gado quando abre a porteira e você de fora, só olhando. E o pior, lá tem bebida de graça, você não precisaria bancar pros seus gadinhos.

Sobra a segunda opção: entre no Búfalos. Mas não esqueça: compre logo de cara a garrafa de whisky ou corre o risco de perder seu gado pro cowboy do camarote de cima.

Se você é mulher e solteira aí é fácil conseguir sua entrada do Aldeia a não ser que você seja feia de rosto E corpo (só rosto ou só corpo passa) ou seja desenturmada. Entrando lá fica fácil: a bebida é grátis, você não precisa ficar dando moral pro gordinho chato que te paga whisky no Piquiras e no Búfalos. No Aldeia você é independente. Então, você enche a cara, dança todas, faz um social (pra conseguir convites pra você e para as amigas nos próximos dias), beija um cara de fora (se beijar um daqui corre o risco dele te ver com outro cara no fim da noite) e vai pro Búfalos encontrar os seus amigos desenturmados que não tem um contato pra entrar no Aldeia.

Mas o Búfalos também é legal! tem gente de tudo quanto é jeito. Tem até gente lá que nem gosta de sertanejo e vai lá só pela farra.

E não adianta: entra ano e sai ano, nada muda.


É verdade!

CHEERS!

13 de mai de 2010

Vite e oito e contando...

Ontem foi meu aniversário! Bacana né!?

Vite e oito anos! Já!? Parece que eu tirei carteira esses dias pô!

Mas o importante é que recebi muitas boas energias, vibrações, felicitações, recados lindos... só coisa boa!
Recebi felicitações inesperadas, não recebi algumas esperadas.
Recebi presentes inesperados, não recebi presentes esperados.
Cheguei até a me emocionar algumas vezes..

Mas, isso tudo é comum pra todo mundo...

Agora eu tenho uma “coisa” com meu aniversário que eu não sei alguém também tem esse tipo de sensação.

É só chegar alguns dias antes do meu aniversário e eu começo a ficar tenso, ficar ansioso. Não gosto de alarde, nem de ninguém falando que é meu aniversário.

No dia mesmo eu travo. Parece que eu fico sem graça o dia todo. Não sei como reagir direito ao pessoal me dando parabéns, não consigo ficar transbordar de felicidade como se espera.

Eu só vou conseguir relaxar mesmo alguns dias depois e aí sim eu me sinto feliz, alegre, contente por mais 1 ano vida.

Vai entender né? Tem gente que eu conheço q não suporta aniversário, tem gente que eu conheço que chora, que fica super triste e tem gente que 3 dias antes já ta falando pra todo mundo com a maior alegria do mundo que é aniversário dela!

Cada um se sente de um jeito, e viva o mundo!

E vocês? Como vocês se sentem no dia do aniversário de vocês?

CHEERS!

11 de mai de 2010

Sincero ou Sem Noção?

Sabe aquelas pessoas que se julgam sinceras?

Com certeza você tem, já teve ou terá um conhecido que vira e mexe enche a boca pra dizer “Comigo, não tem dessa: falo o que penso, sou sincero!” E até são mesmo! O foda é que, mas muitas e muitas vezes esta qualidade se transforma num dos piores defeitos quando a pessoa não sabe a hora de falar as coisas. Totalmente sem noção.

E o pior: elas mesmas não percebem isso e nunca vão perceber. Claro! Elas estão sendo SEMPRE sinceras, erradas ou certas, elas são sinceras. Não importa o que acontecer o motivo pra acontecer é que “Eu sou sincero! Falo o que eu penso..” E lógico agente é que não agüenta ou não sabe lidar com a sinceridade.

A sinceridade é muito importante, mas é tão importante quanto saber o momento certo pra ser sincero. Há coisas que agente pensa que não precisam ser ditas. Não é porque elas não são “colocadas pra fora” que elas deixam de ser opiniões sinceras. Na verdade, você ta adquirindo mais uma qualidade: ser sensato.

CHEERS!

Vontade...

Vontade de mergulhar de ponta em algum rio, mas não existe mais água...

Vontade de plantar as minhas melhores sementes, mas não existe mais terra...

Vontade de velejar pelos oceanos, mas não existe mais vento...

Vontade de esquentar uma vida, mas o oxigênio acabou...

Vontade de pintar os mais belos quadros, mas não existe tela pra ser pintada...

Vontade de tocar a mais bela melodia no violão, mas não existe mais violão...

Vontade, vontade, vontade... essa sempre vai existir.

10 de mar de 2010

Porra, Maurício!!!

Moçada, fica a dica aí pra quem gosta de rir, tem senso de humor e gosta ta Turma da Mônica.

É o blog Porra, Maurício!. Segue o link: http://porramauricio.tumblr.com/

Os caras com muito humor fazem críticas aos adultos que sempre levam histórias infantis pelo lado da malícia adulta.

Há quem considere isso uma grande crítica ao Maurício de Sousa. Outros ao lerem os comentários do blog ficam loucos achando que seus filhos, ou eles mesmos(?), foram influenciados por quadrinhos que possuem duplo sentido ou conotações sexuais.

Pra mim não tem nada disso. Acho que os caras simplesmente estão brincando com situações que, nós adultos, podemos imaginar. Pelo menos a Turma da Mônica nunca imaginei, quando criança, que a Magali poderia ser viciada em maconha, que o Cascão poderia ser homosexual ou que a Mônica seria super violenta e espancava a galera geral.

Bom, cada cabeça uma sentença.

Enquanto isso, continuo morrendo de rir do blog.

Fica a dica!

CHEERS!!

18 de fev de 2010

Será...

Porque será este calor no corpo
Como o fogo que esquenta as mãos.
Você sente o cheiro da flor
como se estive saindo do chão.

Será que isso é Amor...
Será que isso é Paixão...
Tudo se confunde
Sentimento e emoção

Pare que você espera por ela,
aquela bela,
aquela boca,
aquela garota

Talvez ela, a bela
seja como o arco-íris
que se pode ver
mas não se pode pegar.

Será?


Encontrei esse "lindo texto" entre meus cadernos de primeiro grau, pela data acho que eu estava fazendo 4ª ou 5ª série. Mas o pior é que não lembro de estar "apaixonadinho" por alguém. Ehehe...
Mas fica aí o compartilhamento eheh

CHEERS!

8 de fev de 2010

Feijões ou Problemas?

Reza a lenda que um monge, próximo de se aposentar, precisava encontrar um sucessor. Entre seus discípulos, dois já haviam dado mostras de que eram os mais aptos, mas apenas um o poderia. Para sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio, para por a sabedoria dos dois à prova: ambos receberiam alguns grãos de feijão, que deveriam colocar dentro dos sapatos, para então empreender a subida de uma grande montanha.

Dia e hora marcado, começa a prova. Nos primeiros quilômetros, um dos discípulos começou a mancar. No meio da subida, parou e tirou os sapatos. As bolhas em seus pés já sangravam, causando imensa dor. Ficou para trás, observando seu oponente sumir de vista.

Prova encerrada, todos de volta ao pé da montanha, para ouvir do monge o óbvio anúncio. Após o festejo, o derrotado aproxima-se e pergunta como é que ele havia conseguido subir e descer com os feijões nos sapatos:
- Antes de colocá-los no sapato, eu os cozinhei.

Carregando feijões, ou problemas, há sempre um jeito mais fácil de levar a vida. Problemas são inevitáveis. Já a duração do sofrimento, é você quem determina.

Fonte:

4 de fev de 2010

We will never stop 'cause we are MetallicA!

Aiai moçada.. quase uma semana depois to aqui pra falar do Show do MetallicA da semana passada.

A muito tempo não ficava tão empolgado por uma coisa. Tava parecendo menino! Achava que não tinha mais esse tipo de empolgação, mas ela ainda existe!

Depois de um dia inteiro muito engraçado (fui para na gravação do programa Um Contra Cem do Roberto Justus) rumamos para o Morumbi lotado. Chegano lá já começei a ouvir a The Ecstasy Of Gold, o tema de abertura do show. Deu um pique e assim que pisei dentro do Morumbi era verdade METALLICA novamente no Brasil, depois de 11 anos.

O show foi só porrada do começo ao fim. Efeitos pirotécnicos e um telão gigantesco. Deu até pra notar que o James Hetfield tem mais buraco na cara que eu! Falando em James... o cara é FODA mesmo. Animando a galera, conversando com o povo, sorrindo.. tava massa o clima.

Cantei todas, do ínício ao fim! Sem voz total! Até músicas que fazem tempo que não ouço, mas acho que as palavras estão gravadas no meu subconsciente de tanto ter escutado na adolescência. Em falar nisso, acho que nesse fim de semana voltei a ser adolescente! :)

Perguntar se foi bom é até sacanagem. FOI DO CARALHO!
SETLIST

Intro - Ecstasy of Gold
1. Creeping Death
2. Ride The Lightning
3. Fuel
4. Sad But True
5. The Unforgiven
6. That Was Just Your Life
7. The End Of The Line
8. Welcome Home (Sanitarium)
9. Cyanide
10. My Apocalypse
11. One
12. Master of Puppets
13. Fight Fire With Fire
14. Nothing Else Matters
15. Enter Sandman

bis
16. Helpless
17. Hit The Lights
18. Seek And Destroy

6 de jan de 2010

2009 Was gone...

É galerinha.. 2009 já se foi! Como foi a passagem de vocês?
A minha foi meio paia sabe.. Tipo: fogos da balsa, praia, gente bonita, whiskey, nascer do sol a beira mar.. Fazer o que, né? Esse ano vou tentar algo melhor.. Há há! Brincadeira... foi FODA FODA FODA! 2010 começou com o pé direito! Vamo que vamo!



Mas, e o ano de 2009? Aliás, 2000 Inove como muita gente colocou no começo do ano... Conseguiram inovar? Quais os aprendizados e coisas edificantes que vcs trazem do ano que passou?

Sei que passado nem sempre é bacana de ficar sendo revivido, mas na passagem do ano acho interessante analisar e refletir sobre os acontecimentos que foram marcantes, importantes, inúteis, essenciais, necessários... Tentar rever os nossos erros não com o olhar crítico de “Ó, eu errei demais, eu errei nisso e naquilo.. que droga..” Mas sim com o olhar enriquecedor, tentando buscar uma forma de não cometê-los novamente e sim NOVOS ERROS!

Ano novo é isso, agente se arma, promete uma pancada de coisa, se renova de energia, coloca a roupa branca como se fosse uma página em branco pra.. acertar e errar novamente, mas com um ar novo, uma ar de novos ângulos, de uma pessoa que já tem mais um ano de experiências e história pra contar.

Gostaria mesmo que vocês sentissem isso, esse poder de renovação que uma transição mística como essa proporciona. Mística porque a noite de transição do dia 31 para o dia 1º nada mais é que mais uma madrugada.. Como o dia 2, 3, 25, 29 de qualquer mês. Mas o pensamento e a energia que o envolve essa noite, a carga de pensamentos que a maioria do mundo despende é diferente. E, sinceramente, espero que vocês sintam a energia de renovação que tenho sentido e emanado tanto neste fim de ano.

2009 foi um ano de lutas, muitas delas internas. Lutas vencidas, lutas perdidas... Principalmente na 2ª metade do ano houve uma grande mudança na minha vida. Não, se vc me conhece, talvez não tenha percebido absolutamente nada. A mudança interna as vezes demora a aparecer pra outras pessoas. E pode ser que se um dia contasse a vocês a reação seria “Poxa.. mas é isso?”.. sem muita importância. Por exemplo: em 2009 consegui trazer o prazer, a alegria, Mas, pra mim, o importante é que consegui enxergar coisas na minha vida que nunca enxerguei antes.

As promessas para 2009 foram enormes. Pra mim ia ser um ano que muita coisa iria acontecer. O engraçado é que quase nada do que eu achei que iria acontecer não aconteceu. E, por incrível que pareça, isso não foi ruim. Aconteceram milhares de outras coisas que eu nem imaginava e que foram muito mais necessárias e gratificantes. Não é positividade. É simplesmente que hoje vejo que, sem os acontecimento de 2009, nada do q eu esperava seria possível de acontecer.
Assim 2009 passou de “O ANO” para ser o ano da “PREPARAÇÃO”. Os planos não foram adiados, eles continuam pra 2009, renovados e com novos objetivos. Mais claros, mais definidos, mais palpáveis... Não sei se arrisco dizer que 2010 será O ANO. Mas acho que 2010 será o ano em que tanto os desafios de 2009 como os de 2010 serão atingidos. Simplesmente pela energia e pela força que 2009 criou dentro dessa vidinha esse rapaz leva..

Pode ser que nada do que falei aqui aconteça, mas tudo q eu puder fazer pra que 2010 seja o melhor ano da minha vida eu farei.

Assim desejo que TODOS TENHAM UM FELIZ ANO DE 2010!!

FELICIDADES, ALEGRIA, POSITIVIDADE: SEMPRE!

QUE VENHA 2010!

FELIZ 2010 MOÇADA!

KEEP ME WHERE THE LIGHT IS...

Edu