19 de ago de 2010

Seinfeld


Bom dia pessoal!

Alguém aí assistiu Seinfeld? Pra quem não assistiu ou nem sabe o que é, vai aí uma breve descrição retirada da Winkpedia:

"Seinfeld é uma sitcom exibida originalmente nos Estados Unidos pela rede NBC por nove temporadas, entre 5 de julho de 1989 e 14 de maio de 1998. Foi criada por Larry David e Jerry Seinfeld, este último estrelando o programa como uma versão fictícia de si mesmo. Situado predominantemente em um prédio de apartamentos no Upper West Side de Manhattan (mas filmado em grande parte em Los Angeles), Seinfeld apresenta um grupo de amigos e parentes de Jerry, entre eles George Costanza, Elaine Benes e Cosmo Kramer." Fonte: Winkpedia

Pra que gosta de um humor um pouco menos óbvio, menos explícito, sarcasmo e situações do cotidiano é simplesmente genial.

Lembro de assistir a primeira vez há muitos atrás, quando a TV à cabo era recente ainda e ele passava na Sony Entertainment Televison (junto com "Friends" que depois vou escrever sobre). Isso era pra antes de 2000, acho que algo em torno de 98, 97. Bom.. não importa.

O que importa é que é MUITO bom. Mesmo falando sobre o "nada" as situações, os diálogos, a simplicidade é sensacional. Choro de rir e acabo concordando com muita coisa que é mostrado.

Foi em Seinfeld que conheci também o estilo Stand-Up, que agora é febre e modinha no Brasil.

Bom resumindo: vale a pena. Quem puder assitir, fica a dica.

CHEERS!

17 de ago de 2010

Aproveitando a época...

A eleição está chegando e recebi esse "conto" por email. Muito bom.

Leiam!

===

Um senador está andando tranqüilamente quando é atropelado e morre.

A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.

-"Bem-vindo ao Paraíso!" - diz São Pedro."Mas, antes que você entre... há um probleminha. Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você."

-"Não vejo problema, é só me deixar entrar", diz o antigo senador.

- "Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte: Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade."

-"Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso." - diz o senador.

-"Desculpe, mas temos as nossas regras." - Respondeu São Pedro.

Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe. Ao fundo o clube, onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia "trabalhado". Todos muito felizes em traje social.

Ele é cumprimentado, é abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo. Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.

Quem também está presente é o diabo em pessoa, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas... Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora.

Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.

Ele sobe, sobe, sobe e a porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele. Agora é a vez de visitar o Paraíso.

Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando. Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro volta.

- " E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Agora escolha a sua casa eterna."

Ele pensa um minuto e responde:
-"Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno."

Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo. Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos.

O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.

-"Não estou entendendo", - gagueja o senador - "Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!"


O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:
-"Ontem estávamos em campanha. Agora, já conseguimos o seu voto..."

CHEERS!!

10 de ago de 2010

Só R$25,00

Um homem chegou em casa tarde do trabalho, cansado e irritado e encontrou o seu filho de 5 anos esperando por ele na porta.

- "Pai, posso fazer-lhe uma pergunta?"

- "O que é?" - respondeu o homem.

- "Pai, quanto você ganha em uma hora?"

- "Isso não é da sua conta. Porque você esta perguntando uma coisa dessas?", o homem disse agressivo.

- "Eu só quero saber. Por favor me diga, quanto você ganha em uma hora?"

- "Se você quer saber, eu ganho R$50 por hora."

- "Ah..." o menino respondeu, com sua cabeça para baixo.

- "Pai, pode me emprestar R$ 25,00?"

O pai estava furioso: "Essa é a única razão pela qual você me perguntou isso? Pensa que é assim que você pode conseguir algum dinheiro para comprar um brinquedo ou algum outro disparate? Vá direto para o seu quarto e vá para a cama. Pense sobre o quanto você está sendo egoísta. Eu não trabalho duramente todos os dias para tais infantilidades."

O menino foi calado para o seu quarto e fechou a porta.

O homem sentou e começou a ficar ainda mais nervoso sobre as questões do menino.

- Como ele ousa fazer essas perguntas só para ganhar algum dinheiro?

Após cerca de uma hora, o homem tinha se acalmado e começou a pensar.

Talvez houvesse algo que ele realmente precisava comprar com esses R$ 25,00 e ele realmente não pedia dinheiro com muita frequência. O homem foi para a porta do quarto do menino e abriu a porta.

- "Você está dormindo, meu filho?" ele perguntou.

- "Não pai, estou acordado", respondeu o garoto.

- "Eu estive pensando, talvez eu tenha sido muito duro com você a pouco?", afirmou o homem. "Tive um longo dia e acabei descarregando em você. Aqui estão os R$ 25 que você me pediu."

O menino se levantou sorrindo. "Oh, obrigado pai!" gritou. Então, colocando a mão debaixo de seu travesseiro, ele puxou alguns trocados amassados.

O homem viu que o menino já tinha algum dinheiro, e começou a se enfurecer novamente.

O menino lentamente contou o seu dinheiro, em seguida olhou para seu pai.

- "Por que você quer mais dinheiro se você já tinha?" - Gruniu o pai.

- "Porque eu não tinha o suficiente, mas agora eu tenho", respondeu o menino.

- "Papai, eu tenho R$ 50 agora. Posso comprar uma hora do seu tempo? Por favor, chegue em casa mais cedo amanhã. Eu gostaria de jantar com você."

O pai se sentiu destroçado... Ele colocou seus braços em torno de seu filho, e pediu o seu perdão.

É apenas uma pequena lembrança a todos nós que trabalhamos arduamente na vida.

Não devemos deixar escorregar através dos nossos dedos o tempo sem ter passado algum desse tempo com aqueles que realmente importam para nós, os que estão perto de nossos corações.

Não se esqueça de compartilhar esses R$50 no valor do seu tempo com alguém que você ama.

Autor Desconhecido
Referência: http://www.golfinho.com.br/metaforas/default.asp


CHEERS!