2 de jul de 2014

18 verdades cruéis sobre os relacionamentos modernos que você vai ter que encarar

Li por aí e é bem isso mesmo que ocorre hoje em dia... Sad, but true!
1. Quem se importa menos tem todo o poder. Ninguém quer ser “a pessoa mais interessada” da relação.
2. Porque nós sempre queremos mostrar para a outra pessoa o quão blasé nós podemos ser, joguinhos psicológicos como ‘Intencionalmente Levar Horas Ou Dias Para Responder Uma Mensagem’ vão acontecer. Eles não são divertidos.
3. Uma pessoa sendo desapegada porque tem zero interesse em você parece exatamente igual a uma pessoa sendo desapegada porque acha você incrível e está fazendo um esforço consciente para fingir que não está nem ai. Boa sorte tentando descobrir quem é quem.
4. Ligações telefônicas são uma arte em decadência. Muito provavelmente, grande parte da comunicação do seu relacionamento vai acontecer por texto, que é a forma de interação mais desapegada e impessoal que existe. Já pode ir criando intimidade com as opções de emoticon.
5Planos com antecedência estão mortos. As pessoas tem opções e atualizações em tempo real da localização dos seus amigos (ou outros potenciais romances) graças às mensagens e às redes sociais. Se você não é a prioridade, você vai ouvir um “Talvez” ou “A gente se fala” como resposta para o seu convite para uma saída e o(s) fator(es) decisivo(s) serão se a pessoa recebeu ou não ofertas mais divertidas/interessantes que você.
6. Aquele alguém que te magoou não vai automaticamente ter um karma ruimPelo menos não em um futuro imediato. Eu sei que parece nada menos que justo, mas às vezes as pessoas enganam e traem e continuam suas vidas alegremente enquanto a pessoa que eles deixaram para trás está em frangalhos.
7. A única diferença entre as suas ações serem consideradas românticas ou assustadoras  é o quão atraente a outra pessoa te acha. É isso, isso é tudo.
8“Topa sair?” e “Vamos fazer alguma?” são frases vagas que provavelmente significam“vamos nos pegar” e enquanto você provavelmente odeia receber uma dessas, elas são o jeito mais comum de convidar alguém pra passar algum tempo junto hoje em dia, e aparentemente elas chegaram pra ficar.
9. Algumas pessoas só querem te pegar e se você está procurando mais do que sexo, elas não vão te falar “Bem, acho que eu sou a pessoa errada pra você”. Pelo menos não antes de você liberar o ouro. A sinceridade seria o mais ideal, mas a honestidade não é um fator obrigatório da raça humana.
10A mensagem que você mandou chegou. Se ele não respondeu, pode ter certeza que não foi por causa do mau funcionamento das operadoras de celular.
11. Tantas pessoas tem medo de compromisso e de estar sério com alguém que continuam um relacionamento não-definido e que só funciona até não funcionar mais. O famoso “nós somos só amigos” é uma porta aberta para uma traição que tecnicamente não é traição porque, hey, vocês não estão juntos juntos.
12. As mídias sociais criam novas tentações e oportunidades para trair. As mensagens por inbox e opções para um flerte sutil, como curtir a foto alheia, não servem como desculpa ou prova de uma traição, mas eles certamente aumentam as chances disso acontecer.
13. Mídias sociais também podem criam a ilusão de que você tem opções, o que leva as pessoas a verem o Facebook como um menu de pessoas atraentes ao invés de um meio de manter contato com o s amigos e a família.
14. Você provavelmente não vai ver muito da real personalidade de alguém até que vocês estejam em um relacionamento. Geralmente as pessoas tem medo de mostrar como realmente são de parecerem disponíveis demais, ansiosos demais, nerds demais, bonzinhos demais, seguros demais, não engraçados o suficiente, não bonitos o suficiente, não alguma outra coisa o suficiente para seremacolhidos ou amados por alguém.
15.  Qualquer pessoa com quem você se envolver romanticamente, ou vocês vão ficar juntos para sempre, ou vão acabar terminando em algum momento. E ambos são conceitos são igualmente assustadores.
16. Quando vocês estiverem namorando, ao invés de expressar como se sente diretamente para você, é mais provável que a pessoa publique isso no status do Facebook ou em uma foto de um casal bonitinho no Instagram, com uma frase ou trecho de música, com as palavras de outra pessoa, mas que claramente foram para você.
17. Tem muitas pessoas que tem zero respeito pelo seu relacionamento e se elas quiserem a pessoa com quem você está, não terão escrúpulos na tentativa de ultrapassar os limites para conseguir conquistar a vítima.
18. Se você tomar um fora, provavelmente vai ser bem brutal. As pessoas podem cortar laços pelo telefone e evitar ter que ver as lágrimas rolando pelo seu rosto ou terminar tudo por mensagem e evitar ouvir a dor na sua voz e o seu nariz escorrendo. Envie um texto longo e voilá, o relacionamento acabou. O caminho mais fácil está longe de ser o mais plausível.
Texto: Chistopher Hudspeth

20 de mai de 2014

Desabafo...

Peço desculpas aos amigos(as) por escrever o que vou escrever aqui, mas é que me chateio às vezes "vendo" certas coisas. Parafraseando meu amigo Danilo Almeida, eu ainda tenho uma visão "romântica" da música. Não encaro a música como uma competição, MERCADO, ou um EMPREGO: onde você deve ser sempre O MELHOR. Acho que a música, como qualquer forma de ARTE, deve ser encarada como uma EXPRESSÃO. Uma expressão do que você é, do que você se sente bem, do seu posicionamento perante o mundo... Ainda não entendo a quantidade de músicos (que é o meio que eu vivo) querendo, ou falando mal de alguém que FAZ O SEU TRABALHO dizendo "Eu faço isso ou aquilo melhor que fulando... eu sou muito melhor... eu deveria estar ali ou aqui.. eu sou O CARA". Puxa vida, entendo as pessoas quererem ser MELHORES e SIM, apoio as pessoas buscarem cada vez mais a sua EVOLUÇÃO. Mas acho que quando se trata de arte o "SER MELHOR" não se traduz em "SER MELHOR QUE OUTRAS PESSOAS". Simplesmente porque a tal da "ARTE" não é uma ciência EXATA. É uma parada tão relativa, tão disconecta, tão surreal que não se consegue mensurar ou se explicar. E por isso esses tipos de coisas são chamados de ARTE! Porque eles estão FORA das convenções humanas. O MERCADO sim.. ah o MERCADO... Esse sim é EXATO. É um comércio que visa lucro, crescimento, etc. E por mim, TUDO BEM! Mas eu ainda (sei lá porque) acredito que o que um artista, ou um admirador de artes (música, teatro, pintura, etc..) deve ser apaixonado pelo que ele CRIA, pelo que ele PROPORCIONA ao mundo... Eu ainda acho que você fazer ARTE pra SER MELHOR que outro é, sei lá, incoerente... As pessoas mais encantadoras e mais revolucionárias que eu conheço e admiro são as pessoas justamente que não pensavam assim e que construíram a sua carreira simplesmente SENDO ELAS MESMAS. Gente que não buscava um RESULTADO. Ser melhor que outra pessoa não é ARTE, é um RESULTADO. Você está buscando uma superação EXTERNA, e não INTERNA. E isso é completamente normal no mundo, como um todo, em todas as áreas.. Mas não num assunto SUBJETIVO como a ARTE. Por isso, aprecio e principalmente RESPEITO o que cada um faz. Posso não gostar de muitas coisas, mas se a pessoa faz com aquilo que ela tem DENTRO DE SI, pra mim É O QUE VALE. Pra mim, ARTE não é dizer "Eu sou foda, toco, canto, interpreto, pinto ou ainda (pior) ganho dinheiro PRA CARALHO, eu sou O CARA". Acho isso um esforço FALSO. Arte pra mim é fazer as coisas e dizer "Eu faço o que minha ALMA pede, o que minha alma sente SEDE e o que eu acho que posso dar pro mundo". Pra finalizar eu coloco mais uma vez uma declaração de Daniel Gildenlöw, de uma banda chamada Pain Of Salvation que é a que mais traduz o que eu penso... Segue:
"Música é uma forma de canalizar nossas emoções: cantamos porque temos necessidade, porque a vida é muito dura se não cantamos, cantamos para fazer as pessoas felizes ou para comunicar algo que queremos. Não cantamos para vencer. Vencer não é uma emoção, é um resultado..."
Sem mais...

CHEERS!

30 de mar de 2014

Quase...

Conheço muitas pessoas que dizem "Nessa época eu estava pronto, era amigo de fulano, estava junto de ciclano, eu QUASE cheguei onde eles chegaram. Era pra ter sido..."

Isso deve ser frustrante... o QUASE. Você passa por todas as dificuldades, problemas e... não recebe o prazer da realização. Ficar no quase é a mesma coisa de não conseguir nada. O que fica pra história não são as pessoas que QUASE conseguiram. Essas são totalmente esquecidas.

Então cuidado ao se contentar com o quase.... Tente novamente, tente outra coisa... mas não pare no quase. Se gabar, ou se sentir importante pq QUASE conseguiu algo, não é algo muito saudável. Você pode mais, você merece mais. Não se esconda atrás de uma QUASE vitória. Como dizem, o segundo lugar nada mais é que o primeiro perdedor.

Seja mais!

CHEERS!

29 de mar de 2014

Não é a mesma coisa...

Pessoas confundem tristeza com mau humor.
O mau humor é geralmente um resultado de uma irritação, um descontentamento, algo que deu errado... Pelo menos no meu caso. O mau humor te leva a ser mal educado, a ser grosso, a ser ríspido. O mau humor te leva a ter uma cara fechada, emburrada, enfezada.
Pelo menos no meu caso.

A tristeza não.

A tristeza te engole, te trava, te anula. A tristeza te leva simplesmente não querer falar, não querer responder, não querer aparecer. A tristeza te leva a uma cara sem expressão, sem vida, sem brilho.

Pelo menos no meu caso.