30 de jul de 2008

Surpresas...

Hoje to aqui pra falar como é engrandecedor você saber o que uma frase/letra/texto que você tenha escrito é entendida por outra pessoa. Falo disso em relação às minhas músicas, composições que tento fazer de alguma forma. Bom, por muito tempo tenho a impressão que minhas letras em muitos casos soam demasiadamente pessoais e que é difícil alguém se identificar de verdade com elas.
Pois bem hoje alguém me mostrou uma interpretção e uma música minha (Caminho Certo) que jamais passou pela minha cabeça. A letra diz: "Não quero você de volta, não quero você de novo. Só quero você por perto me mostrando o caminho certo." E essa frase remeteu a um ente próximo que a pessoa havia acabado de perder.
Poxa, é interessantíssimo ver que como as mesmas palavras simplesmente com uma mudança de "clima", de época, de estado de espírito podem ter significados tão diferentes...