20 de mai de 2014

Desabafo...

Peço desculpas aos amigos(as) por escrever o que vou escrever aqui, mas é que me chateio às vezes "vendo" certas coisas. Parafraseando meu amigo Danilo Almeida, eu ainda tenho uma visão "romântica" da música. Não encaro a música como uma competição, MERCADO, ou um EMPREGO: onde você deve ser sempre O MELHOR. Acho que a música, como qualquer forma de ARTE, deve ser encarada como uma EXPRESSÃO. Uma expressão do que você é, do que você se sente bem, do seu posicionamento perante o mundo... Ainda não entendo a quantidade de músicos (que é o meio que eu vivo) querendo, ou falando mal de alguém que FAZ O SEU TRABALHO dizendo "Eu faço isso ou aquilo melhor que fulando... eu sou muito melhor... eu deveria estar ali ou aqui.. eu sou O CARA". Puxa vida, entendo as pessoas quererem ser MELHORES e SIM, apoio as pessoas buscarem cada vez mais a sua EVOLUÇÃO. Mas acho que quando se trata de arte o "SER MELHOR" não se traduz em "SER MELHOR QUE OUTRAS PESSOAS". Simplesmente porque a tal da "ARTE" não é uma ciência EXATA. É uma parada tão relativa, tão disconecta, tão surreal que não se consegue mensurar ou se explicar. E por isso esses tipos de coisas são chamados de ARTE! Porque eles estão FORA das convenções humanas. O MERCADO sim.. ah o MERCADO... Esse sim é EXATO. É um comércio que visa lucro, crescimento, etc. E por mim, TUDO BEM! Mas eu ainda (sei lá porque) acredito que o que um artista, ou um admirador de artes (música, teatro, pintura, etc..) deve ser apaixonado pelo que ele CRIA, pelo que ele PROPORCIONA ao mundo... Eu ainda acho que você fazer ARTE pra SER MELHOR que outro é, sei lá, incoerente... As pessoas mais encantadoras e mais revolucionárias que eu conheço e admiro são as pessoas justamente que não pensavam assim e que construíram a sua carreira simplesmente SENDO ELAS MESMAS. Gente que não buscava um RESULTADO. Ser melhor que outra pessoa não é ARTE, é um RESULTADO. Você está buscando uma superação EXTERNA, e não INTERNA. E isso é completamente normal no mundo, como um todo, em todas as áreas.. Mas não num assunto SUBJETIVO como a ARTE. Por isso, aprecio e principalmente RESPEITO o que cada um faz. Posso não gostar de muitas coisas, mas se a pessoa faz com aquilo que ela tem DENTRO DE SI, pra mim É O QUE VALE. Pra mim, ARTE não é dizer "Eu sou foda, toco, canto, interpreto, pinto ou ainda (pior) ganho dinheiro PRA CARALHO, eu sou O CARA". Acho isso um esforço FALSO. Arte pra mim é fazer as coisas e dizer "Eu faço o que minha ALMA pede, o que minha alma sente SEDE e o que eu acho que posso dar pro mundo". Pra finalizar eu coloco mais uma vez uma declaração de Daniel Gildenlöw, de uma banda chamada Pain Of Salvation que é a que mais traduz o que eu penso... Segue:
"Música é uma forma de canalizar nossas emoções: cantamos porque temos necessidade, porque a vida é muito dura se não cantamos, cantamos para fazer as pessoas felizes ou para comunicar algo que queremos. Não cantamos para vencer. Vencer não é uma emoção, é um resultado..."
Sem mais...

CHEERS!

2 comentários:

Daniela disse...

Apoiadíssimo, sem mais!

Aurea Gouveia Cintra disse...

Se tivesse uma tecla de aplauso essa se encaixaria perfeitamente aqui....Falou tudo Eduardo....